O processo de venda de direitos para o exterior

14195931_308688522839752_7611529905927508108_o

Estivemos na CBL no dia 29 de setembro, quinta passada, para conferir o workshopO processo de venda de direitos para o exterior, com Camila Leme.

Por meio de parceria com o Brazilian Publishers, a Escola do Livro trouxe a Camila para dividir conosco um pouco do dia a dia dela como gerente de Direitos Estrangeiros do grupo Companhia das Letras.

Foi explicado o processo de vendas de direitos brasileiros para outros países. É como se fosse um curso de aquisição de direitos, mas ao contrário, pois falamos de vender esses direitos.

O primeiro tema dado no workshop foi como fazer uma carta de submissão ao agente ou editora estrangeira: a carta deve ser breve, direcionada especificamente ao agente e deve conter sinopse, resenhas do livro – se houver –, amostras do livro (aquele capítulo/trecho mais impactante, e qualquer outro atrativo (redes sociais, subsídio para tradução etc. Tudo isso em inglês, claro.

Camila Leme tratou, ainda, da importância das feiras, como a de Frankfurt, por exemplo, para se fazer relacionamento com agentes e editoras estrangeiras – sendo que esse relacionamento é fundamental tanto para venda como para compra de direitos estrangeiros.

Ainda sobre relacionamento, Leme citou os scouts literários – são aqueles profissionais que nos passam todas as informações necessárias sobre o que está ocorrendo lá fora em relação a lançamentos de obras. Geralmente, o scout cobra um valor mensal da editora para nos contar essas novidades em primeira mão. Uma busca no Google sobre “Literary Scouts” e pode-se encontrar uma lista desses profissionais.

Outra fonte importante de informação é o Publishers MarketPlace. Nesse site, você consegue visualizar boa parte dos direitos negociados no mundo todo.

Camila falou também da atenção aos contratos e da importância de se consultar o departamento jurídico da editora, para nos dar o suporte necessário. Geralmente, quem vende os direitos é quem faz o contrato e devemos estar atentos ao valor do adiantamento, ao território válido, duração do contrato, percentual dos royalties; enfim, se tudo o que foi acordado está ok no contrato.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>